terça-feira, 27 de outubro de 2009

Governo se compromete a criar grupo de trabalho pela inovação


O governo se comprometeu a criar um grupo de trabalho interministerial para se associar a líderes empresarias na implantação de um plano de incentivo à inovação tecnológica.
“O governo se colocou efetivamente para participar, em nível de ministros, em um grupo de trabalho nacional para colocar a agenda da inovação, como disseram os empresários, no
DNA das empresas”, afirmou o secretário-executivo do ministro da Ciência e Tecnologia, Luiz Antônio Elias, após uma reunião entre o presidente Lula, representantes do governo e presidentes de empresas multinacionais.
Os empresários da indústria apresentaram um plano que tem como meta dobrar o número de empresas inovadoras até o fim de 2013. Com cinco fases previstas: 


  • coordenação, 
  • articulação, 
  • mobilização, 
  • capacitação e 
  • comunicação;

a iniciativa pretende estimular pequenas e médias empresas a investirem em inovação tecnológica. “Hoje, as pequenas e médias empresas não estão realmente engajadas nesse processo. Esse movimento empresarial pela inovação pretende justamente fazer uma ampla mobilização”, afirmou o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto.
Neto defendeu a difusão do instrumento da “
subvenção econômica”, na qual empresas podem adquirir uma linha de crédito sem a necessidade de reembolso. “É um apoio a uma atividade de risco da empresa na área da inovação”, disse.
O presidente da entidade ainda defendeu o estreitamento da
parceria público-privada para aumentar os investimentos no setor. “Todos entendem que é necessária uma aliança mais estreita entre o governo e o setor empresarial para impulsionar essa agenda.”
O plano apresentado hoje ao presidente Lula foi elaborado no
3º Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria, realizado em São Paulo, no mês de agosto.
Fonte: Último Segundo - http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/-

Nenhum comentário:

Postar um comentário