segunda-feira, 29 de abril de 2013

Vantagem Comercial das patentes pode ser usufruída antes de sua concessão.

Amigos do Blog,
Gostei muito do artigo da exame publicado aqui em 18/04/2012,  http://registromarcaspatentes.blogspot.com.br/2013/04/registrar-patentes-do-produto-gera.html

Muitas empresas passam por situações similares a essa da Trike Ícaros no Brasil. Investem em inovações, desenvolvem produtos, lançam no mercado e são copiadas, tendo "parte de seu resultado drenado pelo mercado", como citou a Tathiane Favero.
Mesmo ainda sem ter a patente concedida e apenas com o pedido de patente depositado, as vendas do Modelo Ômega Topless de Asa já cresceram 55% de 2011 para 2012.
A patente de invenção confere ao proprietário, de processo ou produto patenteado obtido em processo patenteado, a exclusividade no mercado brasileiro por 20 anos.
Essa concessão é de 20 anos a partir da data de depósito da patente no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) ou de 10 anos a partir da data da concessão. Caso o pedido de patente demore mais de 10 anos para ser analisado e concedido, a patente poderá  vigorar por mais de 20 anos.
Encontramos objetos com o texto "patente requerida", pois ainda não possuem a concessão da carta-patente e sim o pedido de patente em análise no INPI.
A Trike Ícaros demonstrou  como a vantagem comercial das patentes pode ser usufruída já no período antes de sua concessão, pois um pedido de patente de produto similar do concorrente lançado após o seu não teria novidade, requisito primordial para a concessão de uma patente internacionalmente.
Para evitar de terem seus resultados "drenados" pelos concorrentes, algumas empresas lançam mão de recursos de Marketing e Comunicação como forma de fazer o cliente optar por seu produto ao  invés da réplica do concorrente. Em cada ramo de atividade o melhor recurso deve ser analisado, porém a vantagem comercial e a proteção das patentes poderia ser utilizada por mais empresas no Brasil.
Paula Ribeiro Soares Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário