quinta-feira, 1 de julho de 2010

Viacom perde processo chave de US$ 1 bi contra Google


O Google foi considerado inocente por um juiz federal dos Estados Unidos em um processo chave para a empresa, movido pela Viacom, informam jornais estrangeiros.
A Viacom, companhia que controla a Paramount Pictures e detém a marca MTV, entre outras, acusava o Google de lucrar com vídeos protegidos por direitos autorias que eram exibidos no site YouTube (controlado pelo Google).
O juiz Louis Stanton, de uma corte federal de Nova York, entendeu que o Google não violou a lei porque removeu os vídeos protegidos depois de ser alertado, relata o Financial Times.
A Viacom considerou a decisão “fundamentalmente falha” e afirmou que vai recorrer. Em uma entrevista, relata o Wall Street Journal, o conselheiro geral do Google, Kent Walker, disse que a sentença “resolve todos os assuntos pendentes”.
A Viacom pedia US$ 1 bilhão para compensar perdas que diz ter sofrido com violação dos direitos autorais. O processo foi movido em 2007.
Acusação mútua
A briga entre Google e Viacom extrapolou o campo da discussão sobre direitos autorais ao longo dos três anos do processo, atingindo o campo da ética, com ambas as companhias tentando provar que a outra agia deliberadamente de forma desonesta.
A Viacom levou a público mensagens de e-mail em que um dos fundadores do YouTube dizia que seu colega estava colocando no site “vídeos roubados”, de propósito.
Já o YouTube acusou a Viacom de colocar o seu próprio conteúdo no YouTube, secretamente, com o objetivo de acusar o Google de violação de direitos e ganhar dinheiro com isso.
Fonte: http://blogs.estadao.com.br/radar-economico

Nenhum comentário:

Postar um comentário