quarta-feira, 9 de junho de 2010

Doctor Cooler cresce mais de 150% apenas no primeiro quadrimestre de 2010

A Doctor Cooler, empresa que está no mercado há mais de cinco anos, estará presente na Apas, o maior evento supermercadista do mundo. O objetivo é expandir os negócios e favorecer as vendas.
A empresa começou o ano de 2010 com crescimento de vendas, principalmente no segmento de presentes. Um dos motivos desse aumento é que os tradicionais coolers estão cada vez mais presentes nas listas de casamentos. Além disso, a marca conquistou a licença exclusiva para comercializar coolers de clubes de futebol de diversas regiões do Brasil.
De acordo com a Gerente Comercial da Doctor Cooler, Mariana Costa, em se tratando de números, a empresa cresceu mais de 150% em relação ao primeiro quadrimestre de 2010, e até o fim do ano a meta é alcançar um crescimento de 100% nas vendas em relação ao ano passado. Vale lembrar que em 2009 a empresa vendeu, apenas se tratando de cooler, mais de 150 mil peças. O campeão de vendas é o cooler com capacidade para 24 latas.
No mês passado a Doctor Cooler deu início a exportação de seus produtos. O primeiro país a recebê-los foi à República Dominicana.
Mesmo com todo o sucesso alcançado por essa jovem empresa, a Doctor Cooler não para de investir em novos produtos. Em 2010, além da licença para comercialização dos coolers de times de futebol de várias partes do país, a marca lança novos produtos, como o cooler em comemoração a Copa do Mundo, porta CDs e DVDs em formato de latinha, caneca de chope, umidificador de ar, entre outros.  
Doctor Cooler 
A empresa está no mercado há mais de cinco anos e possui a patente exclusiva de fabricação de coolers em formato de latinha. Graças a essa patente, conseguiu contrato de exclusividade com a AmBev para a fabricação de todos os coolers com as marcas da empresa. A empresa atua ainda no mercado de brindes especiais e acaba de lançar uma linha de porta CD´s de mesa em formato de cooler com capacidade para 60 CD´s, com as marcas das empresas Fox e Cartoon Networks.

Fonte: http://www.segs.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário