segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Workshop de Inovação em microeletrônica acontece em 1, 2 e 3/12 em SC - Inscrições abertas

Florianópolis irá sediar entre os próximos dias 1, 2 e 3 de dezembro o II Workshop Franco-Brasileiro de Inovação voltado à microeletrônica. O evento será realizado no Costão do Santinho e será uma oportunidade para a troca de experiências entre empresas e profissionais da área de microeletrônica da França e Brasil.
O Workshop é uma bienal concedida pela Plataforma Brasil da 
École Nationale Supérieure des Mines de Saint-Etienne de France (ENSM.SE), considerada uma das cinco melhores universidades francesas e que mantém uma unidade em Florianópolis.
Durante três dias, conferências, debates e apresentação de cases sobre pesquisa, desenvolvimento e inovação em microeletrônica irão movimentar a capital catarinense. O objetivo é fomentar a pesquisa e a inovação tecnológica em empresas e instituições públicas de todo o país.
Entre os temas debatidos, destacam-se os pólos de competitividade na França e estratégias no Brasil, aplicação da microeletrônica em áreas como bioeletrônica orgânica, segurança da informação e rastreabilidade por rádio-frequência.

A taxa de inscrição é de R$ 200,00 para estudantes e R$ 400,00 para profissionais até 25/11/2009. Após essa data as inscrições somente poderão ser feitas no local e o valor muda para R$ 300,00 (estudantes) e R$ 500,00 (profissionais).
As inscrições podem ser realizadas pelo site -www.workshopfrancabrasil.org-

Sobre a École des Mines Brasil
A École Nationale Supérieure des Mines de Saint-Etienne de France (ENSM) é uma instituição tutelada pelo Ministério da Economia das Finanças do governo francês, que mantém plataformas de ensino há cinco anos na China. No Brasil, atua desde 2007 através de unidade montada em Florianópolis.
O curso oferecido na unidade catarinense, Mastère Spécialisé Gestão da Inovação, conta com 990 horas de atividades com professores franceses e brasileiros, visita técnica à empresas do Brasil e da França e ainda concede certificação nos dois países.

Fonte: e-mail de Sergio Luiz Borges da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário