terça-feira, 10 de novembro de 2009

Intel é processada por concorrência desleal pelo Estado de Nova Yorque


O procurador geral do estado de Nova Yorque, Andrews S. Cuomo assinou o processo judicial conta a Intel por concorrência desleal. O procurador aponta casos específicos de suborno e coação e processo alega que a “conduta ilegal da Intel prejudicou as condições de competividade, vital para o mercado,” disse o Estado.
A ação exige compensação por danos, penalidade civil e outras medidas à luz da lei do Estado de Nova Yorque.
Segundo o processo, a Intel começou com as suas práticas desleais em 2001, se, quando a AMD apresentou ameaça à Intel seus processadores Athlon XP. “Em resposta, a Intel lançou uma campanha ilegal para cortar os canais de distribuição da AMD, o direito dos consumidores à escolha e preços baixos,” diz o processo. “Com vista a obter exclusividade ou apertar a compra e oferta da AMD, a Intel pagou centenas de milhões de dólares – em alguns casos bilhões – em forma de “abatimentos”“.
A Intel disse ao jornal San Francisco Chronicle que haveria de se defender. “Nós discordamos da decisão da Procuradoria de Nova Yorque. Nem os consumidores que tem sido consistentemente beneficiados pelos preços baixos, nem a justiça está sendo servida pela decisão do processo judicial.”
Fonte: - http://www.ibtimes.com.br-

Nenhum comentário:

Postar um comentário