sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Federação Internacional de Jornalistas pede que jornalistas reclamem seus direitos por livros digitalizados pelo Google


Em carta enviada aos sindicatos de jornalistas de todo o mundo, a Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) pediu que os profissionais que tiveram seus livros digitalizados pelo Google Book Search - serviço de buscas do Google que permite fazer pesquisas em livros - devem reclamar seus direitos de pagamento.
A digitalização de milhões de livros pelo Google levou autores de grupos de editores dos Estados Unidos a entrarem com uma ação judicial por violação das leis de direitos autorais. O processo resultou em um acordo, no qual o Google concordou em compensar os autores cujos direitos haviam sido violados.
Aidan White, secretário-geral da FIJ, declarou que "os jornalistas que escreveram livros ou capítulos que tenham sido digitalizados pelo Google sem a sua autorização têm o direito de reclamar direitos de autor e devem fazê-lo de imediato". A federação pede que os jornalistas fiquem atentos, por a companhia de internet tem planos de digitalizar jornais e revistas.
Atualmente o Google oferece 60 dólares de compensação pela digitalização de um livro inteiro, menos que a indenização mínima de 750 dólares em vigor nos EUA, informou o Sindicato dos Jornalistas de Portugal.
Fonte: -http://portalimprensa.uol.com.br-

Nenhum comentário:

Postar um comentário